DICAS:ESCOLHA DE CAPACITORES

Neste artigo vamos em uma breve descrição, explicar como escolher o capacitor correto  quando o mesmo estiver com a numeração e µF inelegível pela ação do tempo ou mesmo pela deterioração da carcaça, ou que não constem em nossa tabelas abaixo.


MOTORES COM CAPACITOR PERMANENTE ÚNICO, OU MOTORES COM SOMENTE CAPACITOR ELETROLÍTICO

Abaixo os dados necessários sobre o motor:

C=Capacitância em Micro Farad 

P=Potência em CV

V-Tensão em volts V (utilize para cálculos sempre a menor. Ex: motor 127-220v a tensão para 127V motor 220-440v a tensão para 220V.)

I=Corrente em amperes A (utilize utilize para cálculos sempre a menor. Ex: motor 127-220v a corrente para 127V motor 220-440v a corrente para 220V.)

F=Frequência em Hertz Hz (padrão Brasileiro 60 Hz)

Cos π = Coseno de Pi = Os motores monofásicos utilizam 6,28 como constante.  

XL= Reatância em Ohms Ω

Fórmulas:

           V

XL= ____ = Valor em Ω

           I

                      1

C = _________________

           2π X F X XL

Ex:

P=1/4cv

V=110v

I=3A

F=60Hz

         110

XL= ____ = 36,6Ω

           3

                     1

C = _________________  = 0,000072 F 

           6,28 X 60 X 36,6

Transformando em Micro Farad µF (vendido comercialmente) C x 1000000

C=0,000072 x 1000000= 72µF - utilizar um de 60µF mais próximo encontrado comercialmente. 

IMPORTANTE: em motores de grande porte com capacitores permanentes para trabalho e eletrolíticos para partida, nestes multiplique o valor obtido do calculo do permanentes, multiplicados por 4 ou 5 vezes.

Abaixo tabelas de aplicações capacitores- Motores Antigos (1a tabela) Motores mais novos (Tabela 1-2):




E abaixo um vídeo sobre capacitores e instruções sobre como  testar se o defeito é no motor, ou no capacitor. Isto através do fechamento entre os fios do capacitor(obs. : vídeo auto Zergui):